I tre volti della Paura

2

Tive a oportunidade de assistir, por esses dias, o filme I tre volti della Paura do diretor italiano Mario Bava. Trata-se de uma adaptação de três contos fantásticos do século XIX. A primeira história, O Telefone, é creditada ao escritor Maupassant, mas parece que o verdadeiro autor é um desconhecido F. G. Snyder. Nela, uma moça começa a receber telefonemas ameaçadores de um estranho que observa todos os seus movimentos. É a história menos sobrenatural do filme, estando muito mais circunscrita ao gênero de filme giallo que Bava praticou na sua carreira posterior. A narrativa seguinte, O Wurdulak, é minha favorita. Baseada num texto de Aleksey Tolstoy, primo do famoso escritor russo, narra a história de uma família atacada por uma espécie de vampiro do Leste Europeu. Este episódio conta com a interpretação de Boris Karloff, um dos maiores atores do cinema de horror clássico. Finalmente, a última parte do filme é baseada num conto do Tchekov, a Gota d´Água, que trata de fantasmas, do medo e da loucura. O filme é bem antigo, foi filmado em 1963, e por isso é bem interessante. Os efeitos visuais são quase inexistentes, ou muito simplórios para causar grande impacto. Além disso, não há qualquer tipo de exagero nas imagens, quase não há violência ou sangue. Os elementos fantásticos são sutis, bem à moda da literatura que inspirou o filme. O que sobressai das cenas são cores fortes, cheia de efeitos de luzes que criam um clima meio antiquado e um pouco surreal. Com isso, a sensação de medo e susto se sustenta menos no impacto visual, como acontece nos filmes de horror contemporâneo, e mais na tensão da própria narrativa. Essa é a grande diferença e o grande interesse desse filme. Não é necessário utilizar uma estética quase obscena, como se tornou recorrente, na qual tudo é extremamente exagerado e sempre acaba num banho de sangue, para que a narrativa fantástica funcione.

PS: O conto do Wurdulak foi publicado no livro organizado por Alberto Manguel, Contos de Horror do Século XIX. A coletânea é bem interessante. Vale a leitura

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...