Administração colonial e poder

0
Hoje, finalmente, a USP disponibilizou minha dissertação de mestrado em sua biblioteca digital de dissertações e teses. No meu trabalho, estudei a atuação da Câmara Municipal de São Paulo na governança das populações locais durante a segunda metade do século XVIII. A partir de um aporte teórico-metodológico inspirado na obra de Michel Foucault, busquei identificar quais eram os dispositivos e práticas de poder que tornavam factível o exercício do mando a partir da referida instituição. Grosso modo, o que minha pesquisa apontou foi que o contexto crítico da segunda metade do século impôs uma série de transformações nos meios utilizados para a condução da governança colonial, refletindo na atuação da edilidade paulistana. Deixo aqui o link da minha dissertação, para que eventuais interessados possam consultá-la na íntegra.

Administração colonial e poder: a governança da cidade de São Paulo (1765-1802)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leave a Reply

*

*

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.