FRAGMENTOS DE UM DISCURSO AMOROSO

0

Gosto de histórias de amor. Sempre gostei. Talvez seja por isso que tenha me impressionado tanto A Via Láctea de Lina Chamie. O filme é uma história de amor muito pouco usual. Na verdade, quase não há história. O enredo não é linear, sendo composto por fragmentos. Fragmentos de lembranças, de citações, de músicas e, o mais interessante, fragmentos da cidade de São Paulo. O diálogo dessas citações vai criando no filme um tom cada vez mais onírico e poético. Algumas cenas são belíssimas. Gostei especialmente da sensação de redescobrir uma cidade perdida no nosso cotidiano apressado de paulistano. Enfim, um filme que por meio de seus múltiplos fragmentos consegue contar uma bela história. Ou algo assim…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leave a Reply

*

*

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.