Meditações Cartesianas

1
Quando leio um texto não há nada mais triste do que a previsibilidade. E não se trata de adivinhar o final da história. Nada disso. Falo daquela sensação que surge apenas quando estamos demasiadamente familiarizados com um assunto, quando nada pode surpreender mais, que se torna possível até imaginar o que será dito adiante. Bem, tristemente sinto isso com freqüência, afinal tenho a obrigação de ler muitos trabalhos acadêmicos, todos muito bem feitos, pesquisas sérias, estruturadas, trabalho duro mesmo… e que surpresa, esses textos são surpreendentemente previsíveis. Tudo isso para dizer o quanto me fez bem ler as Meditações concernentes à primeira filosofia nas quais a existência de Deus e a distinção real entre a alma e o corpo do homem são demonstradas de Descartes. Comecei meu curso de Filosofia faz algum tempo, porém só agora estou podendo me dedicar a ele o quanto gostaria, e logo de cara me caiu nas mãos esse texto. Tudo parecia um tanto quanto estranho, as idéias, a forma de narrá-las, o estilo, enfim, nada que me lembrasse, nem de longe, o mundo bacana do saber que estou habituado. O que mais me encantou nesse texto nem é tanto sua importância para a tradição filosófica, mas sua força literária, a beleza de sua composição, o prazer de encontrar tudo isso num texto, de encontrar algo novo, que não domino, onde cada Palavra é repleta de força e sentido. Uma leitura que exige um esforço, um esforço verdadeiro do leitor. Sua beleza só vai se desvelando, mais e mais, com a lenta digestão das suas Palavras. Tudo diferente daquela coisa banal que leio e escrevo cotidianamente. Essa sensação de descoberta me anima, me traz uma boa sensação, algo quase sensual, que a muito ansiava por recuperar nos meus estudos…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

One Comment to “Meditações Cartesianas”

  1. mariana disse:

    Querido,

    é sempre muito bom ver seus novos textos por aqui. É bom ler com outras palavras (belamente escritas) sobre as coisas de que já conversamos. O “Meditações…” é o meu preferido mas também gostei muito do primeiro trecho que você selecionou.
    Você está ficando muito bom nisso. Eu sou uma amadora.
    beijos

Leave a Reply

*

*

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.