Velha História

2
Descobri meio por acaso os livros de Mario Quintana. Desde então, fico encantado com suas poesias. O poeta consegue criar imagens belas e singelas a partir das pequenas coisas. Agora a pouco, assisti um pequeno curta baseado no poema Velha História que é lindíssimo. O filminho, dirigido por Claudia Jouvin, está disponível no Youtube. Uma pequena preciosidade…

Velha História

Era uma vez um homem que estava pescando, Maria. Até que apanhou um peixinho! Mas o peixinho era tão pequenininho e inocente, e tinha um azulado tão indescritível nas escamas, que o homem ficou com pena. E retirou cuidadosamente o anzol e pincelou com iodo a garganta do coitadinho. Depois guardou-o no bolso traseiro das calças, para que o animalzinho sarasse no quente. E desde então, ficaram inseparáveis. Aonde o homem ia, o peixinho o acompanhava, a trote, que nem um cachorrinho. Pelas calçadas. Pelos elevadores. Pelo café. Como era tocante vê-los no “17″! o homem, grave, de preto, com uma das mãos segurando a xícara de fumegante moca, com a outra lendo o jornal, com a outra fumando, com a outra cuidando do peixinho, enquanto este, silencioso e levemente melancólico, tomava laranjada por um canudinho especial… Ora, um dia o homem e o peixinho passeavam à margem do rio onde o segundo dos dois fora pescado. E eis que os olhos do primeiro se encheram de lágrimas. E disse o homem ao peixinho: “Não, não me assiste o direito de te guardar comigo. Por que roubar-te por mais tempo ao carinho do teu pai, da tua mãe, dos teus irmãozinhos, da tua tia solteira? Não, não e não! Volta para o seio da tua família. E viva eu cá na terra sempre triste!…” Dito isso, verteu copioso pranto e, desviando o rosto, atirou o peixinho n’água. E a água fez redemoinho, que foi depois serenando, serenando… até que o peixinho morreu afogado…
(Mario Quintana, Quintanares, p. 105)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 Comments to “Velha História”

  1. aLePh DaViS disse:

    Evoé, Leandro!

    O que achou do nosso blog? Seria legal se você publicasse uma postagem tua (autoral) hoje. Que tal?

    Abreijos textuais
    A.D.

  2. Leandro disse:

    Olá Davis,

    Achei muito bacana o formato do blog, gostei mesmo. Bem, por enquanto estou matutando algumas coisas, estou saindo da ressaca da minha dissertação e estou aproveitando meu tempo para tirar o atraso da Filosofia, lendo um pouco de Espinosa e Descartes. Mas, logo produzirei algo e posto por lá. Tenha calma :)

    Abraços

Leave a Reply

*

*

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.